18/01/2018

Malabarismos Entre o Cérebro e o Coração

Imagem retirada da net sem referência ao autor 

Presos por sólidos laços de vida e existência, são como o extremo norte e o sul de um plano em trepidação. Tantas são as vezes que se repelem, como as que se tocam, no agitar do pano sob os ventos da paixão.
Eternos rivais? Não! Não o são, nem nunca o serão. Apenas, essências em contradição. Um freio do outro, nos momentos exaltação.
Companheiros de caminhada, quando o espírito é de temperança. Sempre, sempre tendo como destino a esperança. Afinal, querem os dois a mesma lembrança.
Mas o consenso é difícil de alcançar, por isso balançam ao sabor do sentimento. Que o tempo… esse não pode parar.

Malabaristas no trapézio da vida, tentando o equilíbrio para continuar.


Enviar um comentário