21/02/2012

Para Sempre


Fiquei zangada
Porque te foste embora
Não tinhas o direito
De me deixar assim
Senti-me só, desprotegida
Com uma dor no peito
Que me quis roubar a vida

Porque é que tinha de ser assim?

Mas hoje, hoje ao olhar o céu
Vi uma estreia lá ao fundo
Senti que olhava para mim
E logo senti a serenidade
Que me enviavas assim
Não, não me abandonaste
Estaremos sempre em sintonia
Tu aí e eu aqui

2 comentários:

Clementina disse...

Lindo

JoséManuelBarbosa disse...

... e há sempre um sussurro, mesmo que não o oiças ainda, mas há...!
" A vida muda,
a vida muda num instante..." [Eunice Muñoz] mas coisas há que permanecerão inalteradas até ao fim dos tempos...!