22/03/2012

O Espírito do Fotógrafo



A eternidade daquele momento
que se grava no olhar…
recordação que se quer guardar.

Arte… sensibilidade de um indigente
que, habilmente,
toca e exprime a alma do momento,
contrariando a efemeridade,
transportando-o para além do tempo.

O indigente que pinta com o olhar,
é o espírito do fotógrafo
que desnuda, acaricia, venera o belo,
ou solta o grito de revolta,
quando o mundo se mostra feio…!

Fotografia… painel de sensações
vividas e sentidas,
como cada qual as vê… sem porquê!





Desafio lançado por:
Enviar um comentário