12/02/2017

Hoje, talvez...


Foto de Bianca Van Der Werf

Hoje, talvez…
hoje, quero ir ver a lua,
desnudar-me perante a noite
e caminhar até um qualquer amanhã.
Hoje, porque depois pode ser tarde
para esta fogueira que ainda arde
na senda da minha fé pagã,
ou para algum querer que açoite
a vontade da essência nua
se mostrar, outra vez.

Hoje, à hora…
quero livrar-me dos medos
que me impedem a nudez.
Deixar para trás as vestes tristes,
indumentária sem sentido
de um momento dolorido,
com que um dia me vestistes.
E com distinta altivez,
mostrar-vos os meus segredos
de viver o agora.



Enviar um comentário