11/10/2011

Ah, e então?


                                         E se você dormisse? E se você sonhasse?
                                         E se, em teu sonho, você fosse ao paraíso
                                         e lá colhesse uma flor bela e estranha?
                                         E se, ao despertar, você tivesse a flor
                                         entre as mãos? Ah, e então?
                                          (Coleridge)


                Ah, eu tenho uma flor
               Uma flor de cor indefinida
               E bela… tão bela
               Cheira a magia
               Ou a sonho, talvez...
               Tenho-o entre mãos
               Trouxe-a do paraíso
               Quando fui lá passear

               Não existe?
              Quem disse que não existe?
              Eu estive lá
              e trouxe de lá esta flor
              Fica logo, ali
              À distancia da magia de um sonho!

16 comentários:

Anita de Castro disse...

Um beijinho Liz

Dina Rodrigues disse...

Olá Liz, enquanto há magia nos sonhos, a vida torna-se bem mais interessante! Beijo

Natural.Origin disse...

Beijos...
Força...
A Luz que te deixo é da cor da minha vida*

Joana disse...

Acabei de ver a entrevista na RTP1. Ainda bem que estava a ver aquele canal, pois deu-me a conhecer uma pessoa linda e com um talento raro para a poesia. A Luísa é uma inspiração, não só para mim mas certamente para muitas pessoas. Muitos beijinhos, passarei a seguir o blogue :)

Felipa disse...

Olá, vi-a na RTP há bocadinho.
Sou da sua idade (nasci em 1966) e também tenho alguns blogues (é que isto vicia) de poesia e não só.
Parabéns pelo livro.
Gostei muito da sua poesia e já sou sua seguidora.
Bj

Anónimo disse...

Vi hj o documentário e decidi ver o seu Blog, adorei as suas poesias , são lindas, maravilhosas.
É realmente uma pessoa extraordinária...
Um Bem-Haja
Obrigada
Catarina

Ana Guerreiro disse...

Eu já sonhei tantas coisas que possivelmente não acontecerão na minha vida, mas sinto tê-las vivido realmente (mesmo a dormir). Estou constantemente a entrar num mundo de imaginação e às páginas tantas, começo a viver esses pensamentos também :) e penso, olha que sortuda que eu sou, posso criar a mina paz em cada instante,e tambem a minha melancolia (porque não?). Gosto de poder criar o yin e o yang na minha mente. Mesmo quando decido criar um mau pensamento, ele ser-me-á útil de alguma forma, nem que seja para criar poemas melancólicos. Agora temos que nos lembrar que somos nós que balanceamos e doseamos a quantidade de cada um deles, dos bons e maus, e na medicina chinesa não devemos deixar-nos cair nos excessos, nem na alimentação, nem nos pensamentos. nisso temos escolha! Beijinho e continue a sonhar, a dormir ou acordada, pois acontece tudo dentro do cérebro.

Ni disse...

Olá! :) Vi a sua reportagem ontem, na Rtp e queria aqui felicitá-a pela tenacidade e coragem. Quero tambémdesejar-lhe o melhor do mundo e tenho a certeza que vai, mais cedo ou mais tarde, encontrar-se uma solução para o seu "problema". É um grande exemplo de vida e espero que nunca se deixe ir baixo a ponto de desistir. Vou passar a seguir assiduamente o seu blog e a si ; )
Se quiser espreitar-me estou em http://wwwpodepalcopt-ni.blogspot.com/.
Um grande, grande beijinho.

Ni

Isabel Santos disse...

Bom dia Luísa!
Ontem vi a sua história no programa da RTP "30 minutos" e fiquei com vontade de conhecer o seu blog, de ler os seus poemas. Parabéns pelo seu talento para a escrita e pelo seu exemplo de coragem e de vontade de viver. Fiquei sua fã e vou voltar aqui sempre que possivel.

Beijinhos

Isabel

A.Mello-Alter disse...

Eu sei.
Vou lá muitas vezes
Quando sonho acordado

Dina Rodrigues disse...

Liz, passando para uma uma visita rápida, só para te deixar uma flor e um beijinho. O mundo virtual tem esta magia... podem-se fazer visitas à distância...Dina

BRISA disse...

LIZ
PASSANDO PARA TE DESEJAR UMA MARAVILHOSA NOITE E UM DIA REPLETO DE MUITA LUZ.
Olá...boa noite...tudo bem...beijos sempre...

" Força ...

O que tem de ser...tem muita força...
Ninguém precisa se assustar com a distância...
os afastamentos que acontecem...tudo volta...
E voltam mais bonitas...mais maduras...
voltam quando tem de voltar...
voltam quando é pra ser...
Acontece que entre o ainda-não-é-hora e
nossa-hora-chegou...
muita gente se perde...
Não se perca...viu... "

Anita de Castro disse...

Liz é de coração que agradeço o teu singelo e humilde olhar .em..olhai os lírios do campo de Anita de Castro
Eu envio virtualmente todos os lirios do campo e flores selvagens
as flores mais simples e singelas
Exemplo de vida força da natureza
um beijinho

Anónimo disse...

Olá..

Vi há dias uma reportagem na televisão sobre si...
É sem dúvida uma mulher de coragem!!!
Os seus poemas são lindos...obrigada por partilha-los é uma delicia ler o que escreve...

Beijinho
Helena

xanagol disse...

O sonho comanda a vida...e faz acontecer o Paraíso

Bjs Liz

TITA disse...

É verdade Luísa.O paraíso está povoado de flores que trazemos na alma.Não sei dizer mais nada,a não ser acolher a interpelação profunda que és para mim.Um grande beijinho e voltarei sempre.