18/05/2011

Vida ao Contrário

Image and video hosting by TinyPic


Quero ter uma vida invertida
Onde o começo seja o fim da vida
Começar pela morte, ficar logo despachada
E depois… depois continuar a caminhada
Não de marcha à ré mas renovando a fé
Que um dia perdi pela felicidade que não vi
Desfrutando caminhos que me passaram ao lado
Ir por aí à procura de tudo aquilo que não senti
Ter, afinal, a certeza que há muito mais a ser contemplado
Que uma vida é pequena para ser plena
De todas as vivências que cada um deveria ter
Sentimentos, momentos que não são para perder



Enviar um comentário