18/03/2011

Já Não Sou Quem Era

Image and video hosting by TinyPic

Já não sou quem era… claro que não sou, não sou mesmo. As vivências do caminho percorrido estão bem marcadas no meu ser e estar, cada marca uma lição de vida intensamente apreendida e guardada no guião da fita que vou desenrolando todos os dias… porque eu sou assim, não sei passar pelas horas superficialmente, sem tirar delas tudo o que me possam ensinar.

Houve e com certeza continuará a haver momentos que me deu vontade de jogar tudo ao alto e desistir, desistir de aprender, desistir de melhorar, desistir de viver… mas a verdade é que a indiferença não me está implícita e assim só posso continuar a ter atitude.

Atitude moderada porque os excessos não me permitem manter o equilíbrio que tanto necessito. Nem agressividade a menos nem passividade a mais… porque há muitos mais tons para além do preto e do branco.




3 comentários:

vitorio disse...

o tempo te tornou sábia assim o dizem as tuas palavras, pobre é aquele que vive e não aprende que esta passagem fugaz pelo mundo da palavra não tem um sentido e um sentimento! somos aquilo que dizemos e fazemos, não aquilo que queríamos dizer e ou fazer, a vida a nossa vida é feita com aquilo que aprendermos e a nossa capacidade de aprendizagem permitir! beijo vitorio

Anna disse...

Ola meu amor! A vida muda-nos em muitos tons, uns mais coloridos que outros. É a nossa esencia...
Mas sejas como fores nunca deixarás de sr quem és... a minha mana do coração! Amo-te!

Clapotis disse...

Olá Doçura!
Há um desafizito lá na minha estante... :))
Beijos enOOOOOrmes!