23/03/2010

O Meu Jardim Secreto


•.♥.•°.:. ღ.:.°•.♥.•°



Pela resplandecente madrugada



Eu me embrenho



Nos jardins secretos da minha alma



Onde colho bouquets de estrelas



Amarrados por brilhantes raios de luar



Passeio por trilhos de emoção,



Paro … e começo a ouvir o eco



Da inquietante voz do silencio



Que traz até mim fragmentos



De um poema de amor e dor



Um poema que eu quero



Apagar e voltar a escrever



Sem reticencias …



Sem pontos de interrogação



Apenas com letras



Do alfabeto do coração,



Com caneta de tinta transparente



Sobre a água do lago de nenúfares



Mesmo ao fundo do jardim secreto



Em que repousa a minha alma



•.♥.•°.:. ღ.:.°•.♥.•°



Image and video hosting by TinyPic



Image and video hosting by TinyPic

Enviar um comentário